Leão Baiano está entre os clubes mais bem estruturados do Brasil

0
156

O Esporte Clube Vitória segue se preparando para o retorno para 1ª divisão não tão somente dentro de campo, como fora também. Os jogadores do Vitória se reapresentaram nesta terça-feira e encontraram uma boa surpresa quando se depararam com três campos ‘novos em folha’ os esperando para treinar.

O projeto que praticamente dobra a Toca do Leão e vinha em obras há um ano e meio está finalmente pronto. Este tema que transforma ( confirma) o Esporte Clube Vitória como o clube mais bem estruturado da Bahia, do Nordeste e inserido entre os melhores no Brasil. Este foi tema tratado pelo Jornal A Tarde na pagina dedicada ao Esporte no segundo dia do ano de 2016

Agora, a estrutura do clube passa a ter sete campos de treino comum dimensão oficial. São o do Barradão, três da parte de baixo da Toca do Leão (campos 1, 2 e 3) e os três da parte de cima (campos 4, 5 e 6). No planejamento final, a etapa recém-inaugurada será exclusiva da base. Na parte mais antiga, o Barradão e o campo 1 serão do time profissional.

Os campos 2 e 3 serão compartilhados.

Porém, deve caber ao elenco profissional ‘batizar’ os novos gramados. “Nestes primeiros meses, os profissionais devem treinar na parte de cima, pois, após concluirmos o setor, vamos começar agora em janeiro a reforma dos campos de baixo. Estamos finalizando a fase de orçamentação, mas, até março, teremos um CT ampliado e totalmente reformado.

Sete campos oficiais é uma estrutura que quase ninguém possui no Brasil”, celebrou o diretor de patrimônio do Vitória, Aurinézio Calheira. Em todo o país, somando-se estrutura para profissional e divisões de base, apenas São Paulo e Grêmio, com 10, Palmeiras e Cruzeiro, com oito, possuem mais de sete campos oficiais de treino.

Na estrutura do Leão, haverá uma novidade: o campo 2 passará a ser de grama sintética. “Toda essa estrutura é necessária para dar um grande suporte a todas as categorias do clube. E ter um dos campos sintéticos é essencial, pois resiste à chuva. Em Salvador, chove pesado de abril a agosto. Tivemos problemas com isso em 2015 e estamos nos estruturando para que essa situação não se repita mais”, comentou Manoel Matos, vice-presidente do clube.

Comunidade contemplada

A nova etapa da Toca do Leão contempla ainda um vestiário, arquibancadas para 500 pessoas, estacionamento, um espaço delimitado para cinco quadras poliesportivas, além de estrutura de segurança.

Cerca de R$ 5 milhões foram obtidos por um convênio com o Governo do Estado. A contrapartida do Vitória é abrir o espaço para uso público (salvo nos dias de partidas no Barradão, pois o estacionamento será de uso do estádio, e em raras situações nestes primeiros meses em que o time profissional precise fazer treino privado ou secreto).

Para o público não estarão disponíveis os campos e o vestiário. “A comunidade já vem usando há meses o espaço do estacionamento como área de atividade física, para corridas e caminhadas. Espaço que o Vitória cedeu como terreno dele. Logo, as cinco quadras também estarão disponíveis. É um espaço que a comunidade local estava precisando há tempos”, declarou Calheira.”

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here