Cultura: Grupo Lindroamor e o caruru de Cosme e Damião são tema de bate-papo

0
37

O Lindroamor é um grupo cultural com mais de 100 anos de identidade e que, em homenagem aos santos gêmeos, Cosme e Damião, oferece um tradicional caruru para os moradores do município de São Francisco do Conde

Com o objetivo de valorizar os saberes e as tradições culturais do povo baiano, o Grupo de Pesquisa Griô-FACED-UFBA, em parceria com o Centro de Culturas Populares e  Identitárias (CCPI) da SecultBA, realiza no dia 23 (quarta), às 19h, um bate-papo virtual sobre o grupo Lindroamor, de São Francisco do Conde, e a  tradição do caruru de São Cosme e São Damião. A Live é uma iniciativa do projeto Encontros com a Cultura Popular, do CCPI, e acontecerá no Canal do YouTube do Grupo de Pesquisa Griô  https://bit.ly/2XKEZOM

O evento será aberto pelo diretor do CCPI, André Reis, e pelo professor Pedro Abib (Pedrão). O bate-papo terá como mediadores Pedro Colletto, Sue Ribeiro e Raysa Camandaroba, e como convidadas Tamires Fraga – pedagoga, pesquisadora, candoblecista, e Alva Célia Medeiros, educadora, gestora cultural, Mametu Kamukeenge do Terreiro Angurucena Dya Nzambi e Coordenadora do Grupo Folclórico Lindroamor  Axé e do Samba Raízes de  Angola de São Francisco do Conde. Os assuntos a serem abordados abrangem o fomento e a valorização da cultura popular, tradição, culinária e o Dia de São Cosme e São Damião.

O Lindroamor é um grupo cultural com mais de 100 anos de identidade e que, em homenagem aos santos gêmeos, Cosme e Damião, oferece um tradicional caruru para os moradores do município de São Francisco do Conde. Após alguns anos desativado, sua tradição foi resgatada em 1993 e, desde então, o evento Caruru do Lindroamor é realizado há 27 anos com o apoio da Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde, Câmara de Vereadores, IPAC (Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia), SINDSEFRAN (Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Públicos da Prefeitura e Câmara de São Francisco do Conde), comércio local e comunidade em geral.

Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) é responsável pela execução, proteção e promoção das políticas públicas de valorização e fortalecimento das manifestações populares e de identidade, orientadas de acordo com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura. Seu campo de atuação contempla a cultura do sertão, de matrizes africanas, ciganas e indígenas, LGBTQIA+, infância e idosos. Coordena a programação artística dos largos do Pelourinho e suas grandes festas populares.

 

Serviço 

 

Projeto Encontros com a Cultura Popular – Bate-papo sobreLindroamor de São Francisco do Conde e a tradição do caruru de São Cosme e São Damião.

Quando: 23 de setembro, quarta-feira, às 19h

 

Onde: Canal do YouTube do Grupo de Pesquisa Griô (https://bit.ly/2XKEZOM)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SeculT-BA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here