Saúde bucal, quem se cuida mais o Homem ou a Mulher?

0
175

A forma como a mãe e o pai se comportam com sua higiene bucal, reflete no comportamento dos seus filhos, mudando nossos hábitos agora, podemos ter adultos mais saudáveis, no futuro.

 

Pesquisas apontam que os homens são menos cuidadosos com os dentes e saúde da boca do que as mulheres. Elas também frequentam mais o consultório dentário do que eles, a saúde bucal da Mulher é mais frágil que a de Homens, e boa parte desta fragilidade está ligada a mudanças hormonais, seja durante a puberdade, gestação e até mesmo a menopausa, porém elas se cuidam mais.

Uma das razões por que as visitas regulares e exames periodontais (gengivas e outros tecidos moles) são tão importantes. Os factores de risco incluem fumar ou mascar tabaco, doenças sistêmicas como diabetes, várias medicações como esteróides, drogas para terapia do câncer e contraceptivos orais, próteses que se tornaram mal adaptadas, dentes apinhados, restaurações que se tornaram defeituosas e gravidez, influenciam na saúde bucal e na sua saúde geral.

Mulheres

Mulher escovando os dentes

No caso das Mulheres, as fases que inspiram mais cuidados são as da gestação e da menopausa.

A gengivite é uma doença que chega a afectar três em cada quatro gestantes. Apesar da relação entre gravidez e cárie não estar totalmente bem definida, sempre que possível é importante que a paciente faça um tratamento odontológico bastante minucioso e preventivo antes de engravidar.

Durante a gestação a gengiva da futura mamãe costuma sofrer alterações por conta das variações hormonais, sendo muito comum ocorrer inchaço, sangramento e maior acúmulo de tártaros. É recomendável neste período limpezas regulares e no período pós-parto, também. Caso seja necessário tratamento da cárie é indicado que este seja realizado sem uso de anestésicos. Se houver necessidade de utilização de anestesicos o procedimento deve ser agendado para o quarto ou quinto mês de gestação. Procedimentos apenas estéticos devem ser adiados para quando o bebê já tiver nascido.

Homens

Ele escovando

Os Homens são mais propensos a problemas como o ronco e bruxismo (ranger os dentes), que merecem uma atenção especial e mudanças de hábitos. Na fase adulta, a sensibilidade dentária também começa a ficar mais comum. Os homens possuem mais chances de contrair doenças bucais, pois estes negligenciam a sua auto-higiene bucal com maior frequência.Os problemas bucais devem serlevados a sério, pois dependendo do caso e da gravidade podem até levar o individuo a morte.

Escovar os dentes

Segundo uma pesquisa Estadunidense sobre o autocuidado entre Mulheres e Homens, gerou as seguintes informações:

  • As mulheres são 26% mais propensas do que homens a usar fio dental diariamente;
  • 74% das mulheres ficariam envergonhadas por um dente faltando, em comparação com 57% dos homens;
  • As mulheres são quase duas vezes mais propensas a notar falta de dentes de outra pessoa do que os homens;
  • 44% das mulheres estão conscientes de que os médicos dentistas podem ajudar a contribuir para uma boa saúde, em comparação com 33% dos homens.

Levando-se em consideração estes dados e factores, os homens são mais predispostos a desenvolver câncer bucal e outras complicações por negligenciar mais que as mulheres, os cuidados bucais. Isto sem falar que é mais comum entre os homens hábitos nocivos como ficar exposto ao sol, fumar e beber em excesso o que são factores que acabam agredindo ainda mais, não somente a saúde da boca, mas geral.

Cuidados básicos como a higienização regular da boca e visitar regulares ao médico dentista (ao menos duas vezes por ano) ajuda na prevenção e evitam aparecimento desses problemas. Devemos ter em mente que ir ao Dentista não é mais sinônimo de dor e que a melhor maneira de evitar as dores de dente, é prevenindo e indo o dentista regularmente.

A forma como a mãe e o pai se comportam com sua higiene bucal, reflete no comportamento dos seus filhos, mudando nossos hábitos agora, podemos ter adultos mais saudáveis, no futuro.

Lembre-se “A sua Saúde Bucal está integralmente ligada com a sua Saúde Geral”

Denner E. Oliveira – Dentista especialista em Saúde Coletiva

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here