Brasil é o oitavo país com mais conteúdo impróprio na internet

0
273

O Brasil ocupa a oitava posição no ranking entre os países com o maior número de conteúdo inadequado para crianças ao menos uma vez no ano passado. O estudo foi feito pela Kaspersky, especializada em segurança digital e mostrou que 1,5 milhões de internautas encontram material impróprio na rede aberta. Desses 1,5 milhões, 68,5% se depararam com conteúdos considerados “perigosos”, incluídos nas categorias “conteúdo adulto (pornografia)”, “violência”, “armas”, “álcool e narcóticos”, “jogos de azar”, “linguagem obscena”, “acesso anônimo” e “chats”.

A lista de países com maior números de casos é liderada pela Rússia, que é seguida por Índia, China, Estados Unidos, Vietnã, Alemanha, Argélia, Brasil, Reino Unido e França.

No Brasil, as categorias “chats” e “conteúdo adulto” são as maiores ameaças, atingindo 75,93% e 59,04% dos usuários incluídos no levantamento, respectivamente, percentuais superiores à média mundial.Uma pesquisa recente realizada pela Unicef com adolescentes entre 12 e 17 anos revelou que 39% dos entrevistados disseram já ter encontrado com alguém que conheceram pela internet, seja em salas de bate papo ou redes sociais.

Além disso, os canais de conversa são apontados como ferramentas de assédio e ciberbullying. Na média mundial, a categoria “chats” é o maior problema, afetando 67,29% dos internautas pesquisados, seguida por “conteúdo adulto” (59,56%), “jogos de azar” (26,66%), “armas” (20,29%), “linguagem obscena” (19,93%), “violência” (19,52%), “álcool e narcóticos” (10,63%) e “acesso anônimo” (8,16%).Especialistas no assunto recomendam que pais instalem softwares de controle parental em dispositivos usados por crianças muito pequenas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here